Congregação Bom Pastor adota edição comemorativa do Hinário Luterano
Aos poucos, a nova edição vai sendo adotada nas congregações da IELB ...
Mensagem do presidente da JELB sobre seus 91 anos
O jovem Gadiel Baminger, presidente da Jelb, fala sobre a celebração dos 91 anos da Jelb ...
Congresso RELUS JELB reúne oito distritos no Espírito Santo
Cerca de 200 pessoas participaram da programação no feriado do Carnaval, em Marechal Floriano, ...
45º Congresso Nacional da JELB e 1º Encontro Latino Americano
Programação conjunta será de 17 a 22 de janeiro de 2017, em Governador Celso Ramos, SC ...
Tudo bem com o bebê
Você ficará grávida, dará à luz um filho e porá nele o nome de Jesus. Ele será um grande homem ...
Libertados da Corrupção
Texto devocional sobre a corrupção ...
Derramando tudo em Oração
Jesus, em sua grande aflição e sofrimento, é consolado pelo Pai ...
O que seria de mim se Cristo não tivesse ressuscitado?
Texto devocional sobre a páscoa ...
Nossa História

História da Comunidade de Florianópolis
"No Brasil, os primeiros imigrantes protestantes, em sua maioria alemães, chegaram no século XVI, quando as companhias de imigração buscavam a ocupação da região sul do país. A instalação destes se deu principalmente nas margens do rio itajaí-Açu, nas cidades de Blumenau, Joinville e Indaial, onde imigrantes mais ricos, normalmente comerciantes, acabaram se fixando. Em Brusque, se deu a ocupação pelas famílias germânicas de origem católica.

Em Florianópolis, os primeiros imigrantes alemães, e protestantes, aportaram no início do século XIX, onde diversas famílias ricas e bastante influentes até mesmo no cenário político nacional brasileiro estavam presentes. Hoepcke, Leisner, Ebel são apenas alguns deles. No início, pelas mesmas razões políticas que os faziam grandes, impediram a população alemã de se fixar em Desterro, porém no final do século XVIII a comunidade alemã já apresentava bom número, e eram formadores da Comunidade Evangélica Alemã de Florianópolis.

Seguindo a lógica de Lutero, a educação deveria sempre estar junto com o ensino da Palavra de Deus, portanto, logo de início, em 1867 inaugura-se a Escola Alemã, modesta, como relatado em Atapossuia apenas “2 cadeiras, 1 mesa, 6 mesas escolares para 24 crianças, 2 lousas com cavalete e régua, 1 recipiente para água, 1 caneca de lata, 1 passoura e 1 pá.”. A comunidade alemã, até então, não possuía templo e se reunia semanalmente, em diversas atividades, no prédio da Escola Alemã.

Em maio de 1913 inaugura-se a Igreja Evangélica Alemã de Florianópolis, criando-se então um novo marco para a comunidade protestante de Florianópolis e da região, quando apartir deste momento possuiam um local adequado para a celebração dos cultos. Junto ainda com a igreja, foi construída uma casa pastoral.

Juntamente com a igreja, escola e casa pastoral, na chácara doada pela famílai Koerich, se encontrava o Galpão de Ginástica, Clube de Caça e Tiro, entre outras entidades de união dos imigrantes locais.

Ao lado uma foto aérea de 2008 onde foi demarcado os lugares onde estavam os patrimônios da Comunidade Alemã. No lugar da Casa Pastoral, nos dias de hoje, encontra-se um estacionamento, de administração terceirizada, mas de propriedade da Igreja. No lugar do Galpão de Ginástica, na época daSegunda Guerra, foi construída uma Rua, Deputado Leoberto Leal, juntamente com a tomada da Escola Alemã e transformação em prisão, posteriormente hospital, e ainda Administração Pública, numa tentativa de intimidar qualquer célular nazista na região. Anos mais tarde, as propriedades que antes eram da Escola Alemã passaram de volta para a posse da Igreja Luterana de Florianópolis.

A arquitetura neo-gótica do templo foi desenhado por Theodor Gründel, do qual não se tem muito conhecimento. Para a construção, foram necessárias apenas algumas modificações do projeto inicial, requeridas pelo custo da obra.

A região, apesar de próxima do início do centro da cidade de Desterro, em sua época era dominada por grandes chácaras e áreas verdes. A ocupação desta região pela população alemã trouxe uma movimentação nova para a área. Muitos eram os estabelescimentos, como Escola, Igreja, Ginástica, Clube de Caça e Tiro, um pequeno hospital faziam deste conjunto uma área bem utilizada.

As atividades na própria igreja não se limitavam aos domingos, quando grupos de Senhoras, corais, grupos de auxílio, etc uniam e movimentavam toda comunidade alemã ou simpatizante com a doutrina."


Luterana Esperança
Paróquia Esperança - Cariacica, Anchieta, Guarapari, Piúma, Viana /ES
IELB - Igreja Evangélica Luterana do Brasil
Sede Paroquial: Congregação Evangélica Luterana Esperança
Rua Treze de Maio, 18 - Campo Grande - Cariacica /ES - CEP 29.146-480
Tel: (27) 3343-7148 - E-mail: contato@luteranaesperanca.com.br
2013-2021 - Todos os Direitos Reservados - Luterana Esperança
Desenvolvido por: Wagner Jann